Textos


Se...

Valeria à pena
se o preço não fosse tão alto,
se diante da tórrida cena
não fosse necessário dar um salto
e se após a queda,
houvesse a certeza de um abraço.

Valeria...
Se não fosse o precipício tão fundo
embora calmo,
se eu não me agarrasse ao mundo
como um menino apavorado
e se eu não tivesse a certeza
de que  no final, o preço
sou sempre eu que pago.

Se...
na escuridão do abismo
houvesse um lago
que fosse límpido e, obviamente,
não fosse raso,
talvez eu não ficasse
avaliando tanto os riscos
de possíveis estragos.

E finalmente, se
os teus olhos me oferecessem certezas
de que a paixão por você
não me faria perder a cabeça,
talvez eu deixasse de ver as relações
como indecifráveis quebra-cabeças
e me entregasse ao teu amor
para tentar viver uma vida mais amena.
Carmem L Marcos
Enviado por Carmem L Marcos em 27/08/2015
Alterado em 27/08/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar: autoria de Carmem L Marcos - www.feminaliterata.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários