Textos


Borboletas

Quando borboletas pousam
em flores mimosas,
num abrir e fechar de asas,
eu paro a observar.

Quando silenciosamente
elas partem,
sinto-me só.

Vendo-as assim
coloridas a voar,
agora sei
que algo está errado,
pois meus sonhos coloridos,
de breve e efêmera existência,
dispersam-se no ar
nas asas das borboletas
que ali estão um longo tempo
diante de mim a voar.

Sim, agora eu sei.

Compreendo que viver feliz
é uma grande empreitada.

E neste lugar
onde voam as borboletas,
eu compreendo o que está errado.

Agora eu sei,
Sim eu sei...
Preciso enfim,
encontrar o meu lugar.
Carmem L Marcos
Enviado por Carmem L Marcos em 09/02/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar: autoria de Maria Eugênia - www.mariaeugenia.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários